Novo Centro Administrativo do Maranhão ( concurso nacional )

São Luís / Brazil / 2013

3
3 Love 975 Visits Published
APRESENTAÇÃO A Reforma e renovação do novo centro administrativo do Maranhão tem como objetivo e reordenação completa de seus espaços baseada nos conceitos de uma arquitetura de baixo impacto ambiental e enérgicamente eficiente. Nesse sentido, a primeira medida adotada foi adequar os edifícios existentes ao clima e a orientação solar da região, privilegiando as orientações norte e sul com o objetivo de aproveitar a iluminação natural e proteger os edifícios dos ganhos solares indesejáveis das fachadas leste e oeste. Ampliação e acessos Para atender as demandas atuais e futuras de espaço físico (13.500,00m2), é proposto a ampliação dos edifícios existentes ( Nagib Haickel e Palácio Henrique de La Roque), no sentido leste e oeste, criando uma unidade espacial, facilitando a conectividade e flexibilidade dos espaços internos. Os acessos verticais (escadas e elevadores) foram totalmente reorganiza- dos e centralizados em dois núcleos principais localizados nas extremidades leste e oeste do edifício Clodomir Millet criando um espaço único de acesso no térreo facilitando o controle, operacionalização e distribuição dos fluxos. A conectividade entre os edifícios se dará por passarelas localizadas junto a circulação vertical. Eficiência Energética e Estratégias Bioclimáticas Após a análise detalhada do clima local e das estratégias propostas pela NBR 15220 (zoneamento bioclimático brasileiro), foram adotadas as seguintes diretrizes para a eficiência energética nas construções novas e existentes: Diretrizes construtivas: Grandes Aberturas para ventilação cruzada dispostas em duas alturas favorecendo a entrada de ar fresco próximo aos usuários e retirada do ar quente próximo ao teto; Otimização da forma, orientando as superfícies envidraçadas no sentido norte e sul e “fechando” as aberturas no sentido leste e oeste; Sombreamento das aberturas com a utilização de brise-soleil dimensio- nado para proteger toda a radiação direta durante o ano sem prejudicar o acesso as vistas externas; Vedações externas compostas por elementos pré-fabricados de concreto com isolamento térmico com o objetivo de minimizar os ganhos de calor provenientes da radiação solar; Cobertura composta por uma camada vegetal disposta a 30 cm de distância sobre a laje impedindo a passagem de calor; Condicionamento térmico: Analisando os dados climáticos é possível verificar que a região tem poucos períodos onde as temperaturas e umidades se encontram na zona de conforto (6%) sendo assim existe a necessidade de utilização de resfriamento artificial para a maior parte do ano. Foi adotado o sistema de resfriamento pelo piso, onde o ar resfriado e tratado é transportado sob o piso elevado sendo insuflado por difusores distribuídos no piso do ambiente. Este sistema trabalha com baixa velocidade de insuflamento trazendo conforto aos usuários e economia de energia. Outras vantagens: facilidade de limpeza e manutenção; flexibilidade para mudança de layout; não distribui particulados e poluentes no ambiente; possibilidade de controle individual através dos difusores.
3 users love this project
Comments
    comment
    user
    Enlarge image

    APRESENTAÇÃO A Reforma e renovação do novo centro administrativo do Maranhão tem como objetivo e reordenação completa de seus espaços baseada nos conceitos de uma arquitetura de baixo impacto ambiental e enérgicamente eficiente. Nesse sentido, a primeira medida adotada foi adequar os edifícios existentes ao clima e a orientação solar da região, privilegiando as orientações norte e sul com o objetivo de aproveitar a iluminação natural e proteger os edifícios dos ganhos solares...

    Project details
    • Year 2013
    • Work started in 2013
    • Work finished in 2013
    • Status Competition works
    • Type Government and institutional buildings / Conference Centres
    Archilovers On Instagram
    Lovers 3 users