Biblioteca Municipal de Setúbal

Setúbal / Portugal / 2013

0
0 Love 414 Visits Published

A construção do novo edifício-biblioteca permite repensar a praça existente no que respeita à sua forma e funções. A ideia para a ocupação do espaço surgiu da interpretação da praça como uma grande mesa repleta de objectos enquanto metáfora para justificar a aparente desordem do local. E com essa desordem natural das coisas, procurou-se a definição do que era essencial naquele espaço. O edifício da biblioteca surge como uma sobreposição de dois volumes paralelepipédicos que sofrem uma rotação de 45º entre si, fazendo lembrar dois livros empilhados numa mesa de trabalho. A horizontalidade dos dois volumes sobrepostos ajuda a preencher o espaço da praça de forma a contrariar a verticalidade do auditório. A ideia não é competir com as pré-existencias mas sim procurar intervir sem acentuar ainda mais as diferenças que existem entre os diferentes edifícios. Daí que o conceito dos edifícios tenha como ponto de partida as formas simples e elementares: dois volumes com diferentes texturas e materialidades que tal como dois livros, se assumem como objectos independentes, sem se interceptarem volumetricamente. Apenas se sobrepõem.

0 users love this project
Comments
    comment
    user
    Enlarge image

    A construção do novo edifício-biblioteca permite repensar a praça existente no que respeita à sua forma e funções. A ideia para a ocupação do espaço surgiu da interpretação da praça como uma grande mesa repleta de objectos enquanto metáfora para justificar a aparente desordem do local. E com essa desordem natural das coisas, procurou-se a definição do que era essencial naquele espaço. O edifício da biblioteca surge como uma sobreposição de dois volumes paralelepipédicos que sofrem uma rotação...

    Project details
    • Year 2013
    • Status Competition works
    • Type Parks, Public Gardens / Public Squares / Libraries / Book shops / Media Libraries
    Archilovers On Instagram