Aparados da Serra and Serra Geral National Parks - Brazil

public-private environmental partnerships project Rio Grande do Sul e Santa Catarina / Brazil / 2017

1
1 Love 538 Visits Published

O trabalho visou formular e fomentar a aplicação de modelos de parcerias ou alianças ambientais público-privadas (PAPP) voltados para o aproveitamento sustentável das potencialidades econômicas das Unidades de Conservação (UCs) com vistas à melhoria da gestão e a conservação da biodiversidade, desenvolvido pelo ICMBio e pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), sob responsabilidade executiva do IBAM e o Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal – CAIXA.


O projeto foi elaborado tendo em vista o desenvolvimento e implementação de melhorias nas infraestruturas e atividades de visitação do Parque Nacional de Aparados da Serra e do Parque Nacional da Serra Geral, com premissas que visam aumentar o fluxo turístico bem como o tempo de permanência do visitante no parque, enriquecendo a experiência de visitação mediante implantação de melhorias nas estruturas existentes além de ampliar a diversidade de equipamentos e serviços turísticos oferecidos, adequando-os ao meio natural para garantir o mínimo impacto. Dessa forma, busca-se estimular o aproveitamento do potencial turístico do parque visando sua conservação, manutenção e valorização, por meio de ações de recreação, lazer, serviços de apoio à visitação e educação ambiental, além de oferecer aos visitantes serviços e informações de qualidade, mantendo as infraestruturas em bom estado de funcionamento e segurança.


A região onde o Parque Nacional de Aparados da Serra e o Parque nacional da Serra Geral estão localizados, encontra-se um importante destino turístico no cenário brasileiro, conhecido popularmente como “região dos cânions do Brasil”, envolvendo diversos municípios dos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, especificamente aqueles localizados na macrorregião denominada Serras Gaúchas e Serras Catarinenses. Atualmente, estes parques oferecem ao visitante a possibilidade de realizar caminhadas no Planalto e por dentro de cânions, banhos de rio, cachoeiras, observação da natureza e trilhas. Apesar disso, os parques possuem relativamente poucas atividades abertas ao uso público atualmente, considerando sua diversidade de atrativos e riqueza natural, e serviços de apoio à visitação, como comércio e alimentação.


Os projetos de aprimoramento do uso público foram desenvolvidos em quatro núcleos dos Parques: núcleo Itaimbezinho, Fortaleza, Malacara e Rio do Boi. Cada núcleo identificado apresenta peculiaridades e qualidades distintas, bem como potencial de perfis turísticos diversos. Assim, busca-se potencializar as características existentes em cada local e desenvolver ações sustentáveis que atraiam novos visitantes à região, que ofereçam uma visitação de qualidade – dando suporte à demanda já existente, além de beneficiar a economia local.


O Núcleo Itaimbezinho, no Parque Nacional de Aparados da Serra, destaca-se devido a estrutura de apoio e as atividades de turismo nesta região apresentarem-se em um estágio mais avançado de desenvolvimento em relação aos demais núcleos dos Parques. As atividades propostas para este núcleo têm o objetivo de abrir novas opções ao visitante, além de fomentar a educação e interpretação ambiental, de modo que o visitante saiba que está dentro de uma Unidade de Conservação. Já o núcleo Morro Agudo, também no planalto do PNAS, apresenta um potencial futuro de intervenção e de aproveitamento das construções ali existentes. Sugere-se que este núcleo, além de conformar um “Portal de Entrada” para os Parques, possa se tornar um circuito-histórico cultural, cultivando e difundindo os saberes e patrimônios material e imaterial da região, com a implementação de atividades e espaços que fomentem a relação do visitante com a cultura local. Ainda no PNAS, o Núcleo Rio do Boi, na parte baixa, configura possibilidade de oferecer suporte às atividades de maior permanência e duração, bem como às atividades de pesquisa e educação ambiental.


No Parque Nacional da Serra Geral, o Núcleo Fortaleza caracteriza um potencial para intervenções de baixo impacto visual e maior caráter de atividades de aventura no ambiente natural, conexão com a natureza e atividades de maior permanência/pernoite. O Núcleo Malacara, também no PNSG, tem grande potencial para ser um “polo” das atividades de ecoturismo e turismo de aventura, oferecendo possibilidade de esportes radicais e atividades correlacionadas.


Foram pensadas estruturas em planície, de modo que considerem a topografia do local; estruturas em terreno com declive, integrando à paisagem natural e adotando materiais, soluções e técnicas ecoeficientes; mirantes, avançando sobre os limites do terreno visando proporcionar maior interação com a paisagem e diferentes ângulos de observação dos cânions; passarelas elevadas/skywalk, visando proporcionar experiências únicas de interação e observação dos cânions. Estruturas de apoio aos visitantes, como receptivos, educação ambiental, alimentação, hospedagem, eventos, comércio e bilheteria também fazem parte do programa.


 


Equipe


Coordenador geral: Raoni Ferreira


Arquitetos: Pedro Paes Lira, Manoela Machado, Laura Figueiredo, Julia Ximenes, Renan Rodrigues Ferreira, Julia Marini


Outros colaboradores


Modelagem econômica: Mauricio Taufic e Caíque Souza
Modelagem jurídica: Vitor Antunes

1 users love this project
Comments
    comment
    Enlarge image

    O trabalho visou formular e fomentar a aplicação de modelos de parcerias ou alianças ambientais público-privadas (PAPP) voltados para o aproveitamento sustentável das potencialidades econômicas das Unidades de Conservação (UCs) com vistas à melhoria da gestão e a conservação da biodiversidade, desenvolvido pelo ICMBio e pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), sob responsabilidade executiva do IBAM e o...

    Project details
    • Year 2017
    • Client Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio
    • Status Unrealised proposals
    • Type Parks, Public Gardens / Government and institutional buildings / Landscape/territorial planning / Hotel/Resorts / Tourist Facilities / Bars/Cafés
    Archilovers On Instagram
    Lovers 1 users