LUGAR DO CONHECIMENTO

A Casa Dom José do Patrocínio Dias Odemira / Portugal / 2019

8
8 Love 755 Visits Published

INTRODUÇÃO   


O Jardim de Infância Nossa Senhora da Piedade (JINSP), requerente deste processo, teve início
em 1967 e surgiu como resposta à necessidade de educação para a infância no concelho,
ajudando na formação das crianças “segundo um ideal de formação integral e um harmonioso
desenvolvimento físico, intelectual, afetivo, moral, espiritual, e social, que a disporá para um
promissor futuro escolar mas, acima de tudo, para as múltiplas exigências que se colocam de
modo que elas sejam capazes de estabelecer projetos de vida onde haja um espaço grande para
a felicidade”  (in Regulamento Interno da JINSP)


Passados 50 anos e depois de uma reflexão e avaliação do seu funcionamento, chegou-se à conclusão que as crianças em idade escolar revelam a necessidade de fazer acompanhar a aprendizagem com experiências de reflexão, de encontrar resposta a dúvidas, de explorar inter-relações entre matérias de estudo e de as ligar às suas experiências de vida próprias.


E desta forma surge a ideia da construção do Lugar do Conhecimento, a Casa Dom José do
Patrocínio Dias, um espaço que permitirá promover a integração das aprendizagens escolares e
de vida na infância através de propostas culturais educativas, envolvendo conhecimento científico, humanístico e artístico, de acordo com as idades destas crianças e com o seu mundo actual.
Pretende-se um programa integrado cultural e educativo para crianças de várias faixas etárias que
irá articular as respostas sociais já ativas do Infantário com a experiência de colaboração com a
Biblioteca Municipal de Odemira e com o espírito de outros projectos culturais educativos em
desenvolvimento no concelho. Pretende-se ainda que este novo espaço seja aberto à
comunidade, permitindo a realização de eventos como exposições de artes visuais, sessões de
poesia, pequenos concertos, etc.
As ideias centrais da concepção arquitectónica do edifício assentam na leitura atenta e delicada
deste programa, assim como num olhar sobre o terreno e a sua inserção no território da vila de
Odemira.

Propõe-se a construção de um novo edifício que do ponto de vista volumétrico faça a continuidade
das cérceas dos edifícios existentes na Rua António Fortunato Simões dos Santos a poente, e que
acompanhe a rua de acesso às Escadas para o Largo Sousa Prado, a norte. Para minimizar o
impacto visual optou-se pela alteração do desenho de coberturas que passou de duas para 3
águas.
Este volume exterior é uma “caixa” que irá receber no seu interior um outro elemento, que se solta das paredes e organiza o espaço na sua totalidade, tornando assim possível a existência de pés-direitos duplos e triplos, respectivamente nas zonas de Galeria de Exposições e Biblioteca, permitindo que cada espaço se caracterize conforme a sua função e ainda que os vários espaços comuniquem entre si.


O espaço interior organiza-se em 3 zonas funcionais:
• No Piso -1 localiza-se a Biblioteca, um espaço com triplo pé-direito, que se procura de
tranquilidade, por isso mais isolado de todo o resto, apesar de ser visível da Galeria de
Exposições e da Sala polivalente. Este piso contém ainda as Instalações Sanitárias, os arrumos
e todas as áreas técnicas, mas não ocupa toda a área de implantação do lote;


• No Piso 0, o piso da entrada, existe o volume de madeira que organiza todos os espaços dentro
do grande espaço da “Casa”. Este volume é composto pelas escadas e pela laje que separa o
piso 0 do piso 1 e como foi anteriormente referido, funciona de uma forma autónoma,
separando-se das paredes exteriores e permitindo a existência de vários momentos especiais
de entrada de luz. Depois da entrada situa-se a Sala Polivalente, atrás do volume das escadas
situa-se a Galeria de Exposições. É neste piso que se situa a Instalação Sanitária acessível;


• No Piso 1 funciona a Área Administrativa cujas paredes, que não tocam no tecto, são feitas de
móveis para livros e arquivos, deixando assim o espaço superior livre e permitindo que luz se
distribua de uma forma indirecta. Neste piso temos o único ponto de contacto com o volume
exterior, um terraço coberto, de onde se podem contemplar as vistas do casario da vila de
Odemira, tirando partido da localização privilegiada do terreno.


 


 


Arquitectura: Helena Botelho


Colaboração: Andreia Veríssimo, Mattia Maggiore


Estruturas: Betar Engenharia, Miguel Vilar


Águas e Esgotos: Betar Engenharia, Andreia Cardoso


Instalações Eléctricas: Ohmsor, João Mira


AVAC: Ohmsor, David Ferreira


Gás: Ohmsor, João Mira

8 users love this project
Comments
    comment
    Enlarge image

    INTRODUÇÃO    O Jardim de Infância Nossa Senhora da Piedade (JINSP), requerente deste processo, teve inícioem 1967 e surgiu como resposta à necessidade de educação para a infância no concelho,ajudando na formação das crianças “segundo um ideal de formação integral e um harmoniosodesenvolvimento físico, intelectual, afetivo, moral, espiritual, e social, que a disporá para...

    Project details
    • Year 2019
    • Work started in 2017
    • Work finished in 2019
    • Client Jardim de Infância Nossa Senhora da Piedade
    • Status Current works
    • Type multi-purpose civic centres / Multi-purpose Cultural Centres / Libraries / Associations/Foundations / Interior Design / Leisure Centres
    Archilovers On Instagram
    Lovers 8 users